/Ibovespa anula perdas perto do fim do pregão com fala de Powell; dólar sobe a R$ 4,10

Ibovespa anula perdas perto do fim do pregão com fala de Powell; dólar sobe a R$ 4,10


Jerome Powell

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou quase estável após chegar a cair 0,8% depois do
Federal Reserve reduzir as taxas de juros dos Estados Unidos em 0,25 ponto percentual nesta quarta-feira (18). 

Quem desanuviou parte das preocupações dos investidores foi o presidente do Fed, Jerome Powell, que falou muito em preocupações com o exterior e não descartou novos cortes de juros no futuro. 

O principal índice da B3 terminou com leves perdas de 0,08% a 104.531 pontos com volume financeiro negociado de R$ 13,045 bilhões.

Já o dólar comercial avançou 0,61% a R$ 4,1023 na compra e a R$ 4,1028 na venda. O dólar futuro para outubro sobe 0,61% a R$ 4,105. 

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2020 perde dois pontos-base a 5,18%, o DI para janeiro de 2021 avança um ponto-base a 5,22% e o DI para janeiro de 2023 tem alta de um pontos-base a 6,26%. 

No exterior, o mercado também reagiu à fala do presidente americano, Donald Trump, de que os EUA “podem ou não” chegar a um acordo comercial com a China antes das eleições presidenciais de 2020.

O índice Dow Jones, da bolsa de Nova York, fechou com alta de 0,13% a 27.147 pontos. O S&P 500 ficou estável a 3.006 pontos. 

Ainda ficou no radar o cenário geopolítico do Oriente Médio para petróleo. Ontem, o ministro da Energia da Arábia Saudita, Abdulaziz bin Salman, garantiu que o país retomará os níveis de produção anteriores aos ataques de domingo até o fim de setembro. A declaração levou o petróleo a cair mais de 6% na véspera e 2% neste pregão.

Por aqui, é praticamente unânime a expectativa de que o Comitê de Política Monetária (Copom) corte a Selic em 0,5 ponto percentual, para 5,5% ao ano.

Fed

Hoje, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) reduziu os juros básicos dos EUA para uma banda entre 1,75% e 2%. Também foram cortados em 0,3 ponto percentual os juros sobre reservas excedentes.

O que chamou a atenção, contudo, foi o dissenso entre os membros da autoridade monetária. 

A presidente do Federal Reserve de Kansas, Esther George e o presidente do Fed de Boston, Eric Rosengren, votaram por manter as taxas. O chairman do Fed de Saint Louis, James Bullard, votou por cortar em 0,5 ponto percentual. O que levaria as taxas a operarem entre 1,5% e 1,75%. 

Quer investir com corretagem ZERO na Bolsa? Clique aqui e abra agora sua conta na Clear!

“Embora os gastos das famílias tenham aumentado em um ritmo forte, o investimento nas empresas e as exportações enfraqueceram”, disse o Fomc em comunicado. As autoridades mantiveram sua promessa de “agir conforme apropriado para sustentar a expansão” da atividade.

No discurso posterior à reunião, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que vai monitorar mês a mês o desenvolvimento da atividade e da inflação nos Estados Unidos para decidir se novos cortes nas taxas serão apropriados. “Não estamos prevendo uma recessão”, ressalvou. 

Em outro momento, Powell disse que a situação atual pede por ajustes moderados nos juros e que se a economia se enfraquecer, cortes mais extensos podem ser necessários. Ele destacou os riscos de desaceleração global, mas negou haver necessidade de se adotarem taxas negativas nos EUA. 

Noticiário Corporativo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reafirmou ontem que quem resolve questões relacionadas ao preço do petróleo é a Petrobras (PETR3; PETR4). “Petróleo quem resolve é a Petrobras. Preço de petróleo é com a Petrobras”, disse Guedes, após reunião Bolsonaro. De acordo com a Petrobras, por enquanto, não há previsão de reajuste de preços nos produtos negociados pela estatal, como os combustíveis e derivados de petróleo.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) inscreveu 17 empresas para participar da 16ª Rodada de Licitações, que vai acontecer no dia 10 de outubro. Entre as inscritas, 15 são estrangeiras.

As exceções são a Petrobras e a Enauta. Serão oferecidos 36 blocos de pós-sal, nas bacias marítimas de Pernambuco-Paraíba, Jacuípe, Camamu-Almada, Campos e Santos, que somam 29,3 mil quilômetros quadrados de área.

A polícia do Brasil deve anunciar as primeiras acusações contra funcionários da gigante mineradora Vale (VALE3) e a companhia de inspeção alemã TÜV SÜD já nesta semana por causa do colapso da barragem ocorrido em janeiro em Brumadinho, de acordo com uma pessoa ligada à investigação.

A polícia deve acusar formalmente entre oito e 12 pessoas das duas companhias pelo crime de falsa representação na primeira de uma série de acusações, alegando que os certificados produzidos pela companhia alemã para atestar a estabilidade da barragem foram emitidos de maneira fraudulenta.

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 MRVE3 MRV ON 18,22 -2,31 +50,59 138,95M
 CSNA3 SID NACIONALON 14,33 -2,25 +70,07 91,37M
 GNDI3 INTERMEDICA ON 54,56 -2,13 +88,49 120,19M
 RADL3 RAIADROGASILON 92,16 -2,03 +62,01 89,28M
 ELET3 ELETROBRAS ON 43,60 -1,96 +79,94 134,58M

As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 CIEL3 CIELO ON EDJ 8,96 +9,00 +5,74 378,89M
 BRKM5 BRASKEM PNA 31,76 +4,20 -32,97 101,76M
 BTOW3 B2W DIGITAL ON 44,90 +3,43 +8,12 145,40M
 CVCB3 CVC BRASIL ON 52,85 +3,42 -13,58 88,62M
 BPAC11 BTGP BANCO UNT N2 56,83 +2,49 +152,71 81,71M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram :

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN N2 27,22 -1,70 1,10B 1,39B 42.708 
 VALE3 VALE ON 48,40 -1,02 722,65M 904,45M 32.153 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN 35,25 -0,31 466,80M 695,42M 25.875 
 BBDC4 BRADESCO PN 34,00 +0,30 455,81M 599,06M 29.185 
 BBAS3 BRASIL ON EJ 48,02 +1,52 406,59M 455,22M 20.524 
 CIEL3 CIELO ON EDJ 8,96 +9,00 378,89M 105,05M 49.547 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 19,26 -0,87 348,31M 342,28M 20.890 
 JBSS3 JBS ON 29,46 -0,30 330,17M 333,20M 32.464 
 IRBR3 IRBBRASIL REON 111,50 -1,09 254,63M 196,53M 10.608 
 BRFS3 BRF SA ON ATZ 38,39 +0,60 247,53M 211,09M 19.141 

* – Lote de mil ações
1 – Em reais (K – Mil | M – Milhão | B – Bilhão)
IBOVESPA

Original Source